quinta-feira, 14 de março de 2013

EXERCÍCIOS - FUNÇÕES DA LINGUAGEM - 1º ANO - ADA



1.      Identifique a função ou as funções de linguagem predominante nos textos que seguem.

a)     A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), da ONU, informou neste domingo (13) que um operário morreu em um acidente ocorrido com um guindaste e outros quatro ficaram feridos na usina nuclear japonesa de Fukushima 2, segundo as autoridades japonesas. A usina fica perto da de Fukushima 1, onde ocorreu uma explosão no sábado e onde as autoridades tentam evitar um novo acidente. A explosão do sábado deixou quatro feridos, e outros três se machucaram em outros incidentes.

             b)          O verbo infinitivo

     Ser criado, gerar-se, transformar
     O amor em carne e a carne em amor; nascer
     Respirar, e chorar, e adormecer
     E se nutrir para poder chorar

     Para poder nutrir-se; e despertar
     Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
     E começar a amar e então ouvir
     E então sorrir para poder chorar.

     E crescer, e saber, e ser, e haver
     E perder, e sofrer, e ter horror
     De ser e amar, e se sentir maldito

     E esquecer tudo ao vir um novo amor
     E viver esse amor até morrer
     E ir conjugar o verbo no infinito... 
(Vinícius de Morais)

     c)  "Sentia um medo horrível e ao mesmo tempo desejava que um grito me anunciasse qualquer acontecimento extraordinário. Aquele silêncio, aqueles rumores comuns, espantavam-me. Seria tudo ilusão? Findei a tarefa, ergui-me, desci os degraus e fui espalhar no quintal os fios da gravata. Seria tudo ilusão?... Estava doente, ia piorar, e isto me alegrava. Deitar-me, dormir, o pensamento embaralhar-se longe daquelas porcarias. Senti uma sede horrível... Quis ver-me no espelho. Tive preguiça, fiquei pregado à janela, olhando as pernas dos transeuntes." (Graciliano Ramos)

    d) 

Que é poesia?
uma ilha
cercada
de palavras
por todos os lados
Que é um poeta?
um homem
que trabalha um poema
com o suor do seu rosto
Um homem
que tem fome
como qualquer outro
homem.      
(Cassiano Ricardo)

e) 


f) 



2) Identifique a função de linguagem predominante no texto abaixo. Justifique.



3) Leia os textos a seguir:

Texto I
Ser brotinho não é viver em um píncaro azulado; é muito mais! Ser brotinho é sorrir bastante dos homens e rir interminavelmente das mulheres, rir como se o ridículo, visível ou invisível, provocasse uma tosse de riso irresistível.
CAMPOS, Paulo Mendes. Ser brotinho. In: SANTOS, Joaquim Ferreira dos (Org.).  As cem melhores crônicas brasileiras. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p. 91.

Texto II
Ser gagá não é viver apenas nos idos do passado: é muito mais! É saber que todos os amigos já morreram e os que teimam em viver são entrevados. É sorrir, interminavelmente, não por necessidade interior, mas porque a boca não fecha ou a dentadura é maior que a arcada. FERNANDES, Millôr. Ser gagá. In: SANTOS, Joaquim Ferreira dos (Org.).  As cem melhores crônicas brasileiras. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p. 225.

Os textos utilizam os mesmos recursos expressivos para definir as fases da vida, entre eles,
(A)  expressões coloquiais com significados semelhantes.
(B)  ênfase no aspecto contraditório da vida dos seres humanos.
(C)  recursos específicos de textos escritos em linguagem formal.
(D)  termos denotativos que se realizam com sentido objetivo.
(E)  metalinguagem que explica com humor o sentido de palavras

4. (ENEM) - Em uma famosa discussão entre profissionais das ciências biológicas, em 1959, C. P. Snow lançou uma frase definitiva: “Não sei como era a vida antes do clorofórmio”. De modo parecido, hoje podemos dizer que não sabemos como era a vida antes do computador. Hoje não é mais possível visualizar um biólogo em atividade com apenas um microscópio diante de si; todos trabalham com o auxílio de computadores. Lembramo-nos, obviamente, como era a vida sem computador pessoal. Mas não sabemos como ela seria se ele não tivesse sido inventado.
      PIZA, D. Como era a vida antes do computador? OceanAir em Revista  n° 1, 2007 (adaptado)

Nesse texto, a função da linguagem predominante é:

(A) emotiva, porque o texto é escrito em primeira pessoa do plural.
(B) referencial, porque o texto trata das ciências biológicas, em que  elementos como o clorofórmio e o computador impulsionaram o fazer científico.
(C) metalinguística, porque há uma analogia entre dois mundos distintos: o das ciências biológicas e o da tecnologia.
(D) poética, porque o autor do texto tenta convencer seu leitor de que o clorofórmio é tão importante para as ciências médicas quanto o computador para as exatas.
(E) apelativa, porque, mesmo sem ser uma propaganda, o redator está tentando convencer o leitor de que é impossível trabalhar sem computador, atualmente.




    

13 comentários:

  1. Respostas
    1. pow como noiz va seber se ta certo o q noiz ta fazendo

      coloca o gabarito aiiiiiiiiiiiiiiiiiii

      Excluir
    2. ver se ta certo ai
      1 referencial
      emotiva
      poetica
      metalinguistica
      fatica
      conativa

      Excluir
  2. 1° -
    A- Referencial
    B- Poética
    C- Emotiva
    D-Metalinguística
    E- Fática

    ResponderExcluir
  3. Bons exercícios, só fico impressionada com a quantidade de alunos mal educados que não sabem, ao mesmo, pedir com gentileza a publicação do gabarito.

    ResponderExcluir
  4. Vc pode colocar o gabarito por favor?
    Agradeço

    ResponderExcluir
  5. Olá! Boa tarde! Será que você poderia divulgar o gabarito ou me enviar por email: tahinassmoreira@gmail.com? Obrigada.

    ResponderExcluir
  6. manda o gabarito pf
    to recuperação nessa matéria tenho que saber se o que estou fazendo ta certo.
    se puder mando no e-mail:
    alegoo52@gmail.com
    ou posta no blog

    ResponderExcluir
  7. por gentileza pode me enviar o gabarito? megacidarapa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Manda o gabarito Por Favor para meu e-mail: dreiaskull@gmail.com

    ResponderExcluir